A Espada do Dragão

Nerdcore para as massas

Rumiko Takahashi – It’s a Rumic World

Rumiko Takahashi é uma das mais famosas e bem sucedidas desenhistas de mangá do japão, fazendo sucesso em todo o mundo.

Rumic World é o nome de uma série de histórias curtas sem relação entre si, algumas até transformadas em animação, e é também o nome do site oficial para celebrar a obra da artista, dentre as quais destaco Urusei Yatsura, Ranma ½, Maison Ikkoku e o recente Inuyasha.

It’s a Rumic World é o nome de um evento que comemora toda sua obra. O vídeo abaixo, um crossover entre os personagens de Ranma, Inuyasha e Urusei Yatsura, foi feito para a abertura desse evento:

Anúncios

agosto 5, 2008 Posted by | AnimaMundo, Matérias, Vídeos | | Deixe um comentário

Dia D do RPG – Brasil e Brasília

Informações retiradas do release oficial:

DIAS: 17 E 18 DE MAIO

19 Estados Brasileiros sediarão o maior evento de RPG da América Latina.

A segunda edição do DIA D RPG[bb] America Latina integra simultaneamente 30 cidades em 19 estados e milhares de participantes numa super maratona de diversão.

A primeira edição aconteceu em 2007 com a participação de 21 cidades em 11 estados e mais de sete mil jogadores. Esse ano a estimativa é superar os dez mil participantes. A criação e organização do evento é da LUDUS CULTURALIS e o patrocínio nacional da DEVIR LIVRARIA, RPGONLINE, WIZARDS OF THE COAST, WHITE WOLF, YAMATO e DB ARTES.

Nos links abaixo você pode ver o que vai rolar na tua cidade, mesmo que você more na Ciudad de México (MX). As brasileiras são:

Aracaju (SE) , Araraquara (SP), Belém (PA) , Belo Horizonte (MG) , Blumenau (SC) , Boa Vista (RR), Brasília (DF) , Cachoeira do Sul (RS), Crato (CE) , Curitiba (PR) , Feira de Santana (BA) , Fortaleza (CE) , Franca (SP) , Goiânia (GO) , Itapetininga (SP) , Juiz de Fora (MG) , Londrina (PR) , Macapá (AP) , Maceió (AL), Manaus (AM) , Natal (RN), Ribeirão Preto (SP) , Rio de Janeiro (RJ) , S. José do Rio Preto (SP), Salvador (BA) , São Luis (MA) , São Paulo (SP) , Sorocaba (SP) , Teresina (PI) , Vitória (ES)

INSCRIÇÕES: O site do evento recebe pré-inscritos a partir de 20 de abril, no dia as inscrições serão livres mas terá o limite de pessoas cabíveis nos espaços físicos. Assim é bom garantir seu lugar.


PROGAMAÇÃO:
Confira cada detalhe da programação em todas as cidades, notícias e inscrições no site http://www.diadrpg.com.br/.

Diversas atividades locais estão programadas como torneios e campeonatos, Anime, mesas de RPG, demonstrações de jogos e os tradicionais desfiles de fantasias. Também será disponibilizada uma programação pela internet com jogos on-line e palestras por vídeo-conferência. Entre as inúmeras atrações teremos:

Lançamento: Os Ritos do Dragão, mais uma novidade exclusiva para todos os participantes do Dia D é o lançamento do livro, desempenha um papel semelhante ao do Livro de Nod, só que no Mundo das Trevas antigo. Formato: 15×23 cm, 120 páginas, R$ 34,80

Vídeo-conferência com o convidado internacional Eddy Webb um dos autores da linha Mundo das Trevas, da White Wolf

Preview da 4ª edição do Mais famoso dos RPGs: Dungeons & Dragons: excelente oportunidade para conhecer e divulgar o que é o D&D 4.0 com a aventura Scape from Sembia, disponibilizada para todas as 30 cidades pela Wizards of the Coast. Inédito no Brasil.

Vídeo-conferência : Palestra “O mercado editorial de RPG” com Maria do Carmo Zanini, editora de WoD no Brasil e Douglas Ricardo Guimarães (o D3), editor de D&D no Brasil,

Vídeo-conferência : Palestra “RPG e Educação” em dois temas importantes: a influência do RPG no hábito de leitura e escrita de seus praticantes; e diversas ações que integram o RPG enquanto ferramenta para didática em escolas, empresas e organizações sem fins lucrativos. A mediação é deCaco Lourenço, um dos fundadores da Ludus Culturalis, idealizador e co-realizador do Simpósio RPG e Educação e um dos autores da aventura solo “A travessia do Liso do Suçuarão”, publicada e distribuída pelo MEC. A convidada especial é a Professora Mestra Jane Maria Braga com mestrado na UFMG sobre RPG em pedagogia.

Desafio D&D Brasil – com a duração de 2h30 min, participam simultaneamente 30 grupos, um para cada uma das 30 cidades. O cenário do jogo é o recém lançado D&D SYSTEM – FAROESTE ARCANO, pela Devir. O grupo vencedor será declarado o mais hábil e ágil por resolver todos os enigmas do desafio e ganhará o troféu Campeão Brasileiro do Desafio D&D.

Para o povo de Brasília:

A programação de Brasília, além das atividades acima, incluí ainda uma Feira de Trocas, para se livrar de material que já não usa e adquirir outros, Batalha Campal com réplicas, HeroClix, com palestra, palestras exclusivas, como a “Ignorando o livro de Regras”, com o amigo Valberto Filho , jogo de tabuleiro do StarCraft, Arena Jedi, e também uma pagação de mico nerd simulação de combate com sabres de luz , Quizz Nerd, jogos de tabuleiro variados, e muitas aventuras para jogar, em diversos sistemas, entre os quais D&D 3.5, D&D 4, Gurps, Terra de OG, D20 Moderno, Call of Cthulhu, Lobisomem, Vampiro e Star Wars… A programação completa de Brasília você lê aqui.

A nossa “equipe” estará por lá, pelo menos em um dos dias, fazendo a cobertura e tirando fotos, e em breve publicara um review aqui.

maio 15, 2008 Posted by | Espada News!, Matérias, Nerdcore, PreView, RPG | , , | Deixe um comentário

Filmes Infantis = Filmes Imbecis?

O maior problema para quem faz produtos voltados para crianças, sejam filmes, músicas, livros ou desenhos, é subestimar a inteligência infantil. Musicas repetitivas e ruins são repassadas as crianças que preferem o apelo fácil de um “Creu” ou coisa que o valha, visto que as músicas a elas destinadas não são atraentes. Multidões de crianças reféns de Harry Potter[bb], visto que não lhes restam maiores opções. Dezenas de desenhos como o novo Pica-Pau ou Bratz para cada Padrinhos Mágicos[bb] ou Avatar[bb]. E os filmes? Filmes semi-retardados infestam as prateleiras das lojas e as sessões da tarde, todos querendo lobotomizar os enfants… Mostrarei abaixo exemplos de como um produto voltado para crianças pode ser divertido, educativo, sem menosprezar o intelecto da petizada… pratos cheios para um nerd em formação:

Os Goonies[bb]

Clássico supremo e absoluto. Fala de amizade, fala de superação, fala sobre a diversidade e o preconceito, por menos que você note isso. E ainda é uma declaração àquela fase onde você não é nem criança, nem adolescente. Uma fase confusa que é muito melhor assimilada com a ajuda de um amigo que mexe a orelha, um tesouro pirata e muito chocolate.

Babe – Um porquinho atrapalhado

Temos vários exemplos de filmes com animais: As aventuras (?) de Chatram, A incrível Jornada 1, 2 e 3, Stuart Little, Um Ratinho Encrenqueiro, e poucas são as que se salvam. Dentre esses últimas (os que se salvam) , tenho que colocar Babe, e sei que muitos vão discordar de mim. Porém eu acho Babe um dos exemplos mais honestos de uma fábula que funciona: O protagonista é esperançoso sem ser ridículo, e terno naturalmente, sem aquela ternura forçada. As piadas são amenas , a história é simples, contada como um livro, e os valores básicos estão lá, porém não são esfregados na sua cara. O filme é todo assim, suave, agradável. Babe é um filme igual a Curtindo a Vida Adoidado. Sempre que passa, eu assisto. Se você sempre teve preconceito, de uma chance. Pena que a continuação ficou totalmente aquem do predecessor.

Os Saltimbancos Trapalhões[bb]

Citei esse por ser o melhor filme dos Trapalhões de todos os tempos, mas poderia ter citado aqui O Cangaceiro Trapalhão, ou qualquer outro anterior a Os Trapalhões no Auto da Compadecida (esse incluso, claro!), antes de começarem a ser dirigidos por José Alvarenga (a maioria era dirigido por Dedé) e também antes de serem abalados pela fissão que atingiu o grupo posteriormente. O humor anárquico , incorreto e mambembe dos Trapalhões[bb] , conseguia ser puro e malicioso ao mesmo tempo, agradando crianças e adultos, e a química entre os quatro estereótipos totalmente diferentes, além de ser genuinamente nacional e voltada a nossa realidade, contrariava todas as expectativas e dava mais do que certo.

PS – Gostei desse post para a infância. Devo fazer mais alguns, sobre livros, músicas e desenhos, e também sobre as melhores coisas que os nerdzinhos tem hoje. Afinal, nerd se cria desde pequeno. O que vocês acham?

maio 12, 2008 Posted by | Bem Humor, Cinemateca Nerd, Filmes, Internet, Matérias, Multi-Mídias, Nerdcore, Reviews | | 1 Comentário

Terta, ou a Mentira nada mais é do que a Verdade com silicone…

 PRAA QEUM ANDIA NÃO NTOOU, ETSE É UM PSOT DE PMEIRRIO DE ARBIL…

O músico Rafinha, ganhador do BBB[bb], acaba de sofrer um acidente de helicóptero em Ilha Grande e esta internado em estado grave no hospital das forças amadas do Rio de Janeiro. Fotos.

Surto de dengue já matou mais de 350.000 no Distrito Federal. O congresso, o senado, o presidente Lula e o Galo da Madrugada estão internados. Fotos.

Gisele do BBB na Playboy. Foto.

Chavez desiste do governo da Venezuela. Fotos

Atriz de Juno se assume Pansexual. FOTO!

Bebê de três cabeças assalta armado com uma katana um palhaço formado em direito que vendia receitas diet num fórum pirata da internet, mas é detido pela sociedade secreta templária mantida pelo BOPE que acredita que Naruto é o novo messias. Foto. Foto. Foto.

abril 1, 2008 Posted by | + 18, Bem Humor, Cinemateca Nerd, Espada News!, Fútilidades, Filmes, Internet, Matérias, OLD, Política | , , , , | 1 Comentário

Videogames são Arte?

Texto que escrevi de sopetão para participar de uma promoção. Opine, e ele muda, evolui e se adapta.

A pergunta é difícil, pois o próprio conceito de arte é deveras abstrato, e segue indefinido (ou multi-definido) até hoje. Um dos conceitos mais bem-aceitos nos descreve a arte como um produto da ação humana que é feito sem um objetivo prático (ao contrário de um martelo ou uma colher, por exemplo), geralmente com intenção estética e que tenha a capacidade de estimular os sentidos e o pensamento. Produto da ação humana? Confere. Sem um objetivo prático? Bem, os jogos eletrônicos fogem dessa definição, pois tem o objetivo de entreter. Porém , quando se trata de estimular os sentidos e o pensamento, poucas coisas superam um jogo eletrônico. Você pode ter sentido raiva da cena fatídica envolvendo Sephirot e Aeris, se emocionado com o desempenho de Celes na casa de Operas ou ainda matutar inconscientemente por horas sobre o que realmente aconteceu em Ico ou Shadow of Colossus, e aonde os dois convergem…

Outro conceito bem aceito diz que a arte vem para melhorar o real: uma pessoa ou uma paisagem bonitas podem ser melhoradas em uma pintura ou gravura, por exemplo. Feitos impossíveis na realidade são uma das molas-mestras do cinema e da literatura. E nesse sentido os jogos eletrônicos não ficam atrás, trazendo encanadores que combatem dragões com ajuda de cogumelos ou um porco espinho disposto a combater os robôs do mal com sua velocidade supersônica. Ou ainda um ser humano comum que é envolvido em tramas que o forcem a superar a sua limitada condição. Uma sublimação da realidade, uma realidade melhor, limitada pela imaginação, e por isso mesmo sem limites, se não os de hardware, facilmente superados pela capacidade unicamente humana de abstração. Ou um jogo que consegue que você materialize um bravo guerreiro combatendo dragões furiosos com sua lança, se valendo apenas de um pequeno quadrado que anda por salas monocromáticas e fugindo de um inimigo pixelado quase abstrato não deve ser considerado arte?

E nessa longa (e talvez um pouco confusa para os “não-iniciados”) explanação eu nem quis entrar no mérito estético envolvido nos games. O que um dia foi travado por um equipamento cheio de limitações hoje é beneficiado por maquinas que podem reproduzir cada detalhe, cada fio de cabelo e cada poro da pele, luz e sombras, texturas e densidades. Quem negar o trabalho artístico envolvido em um jogo (sem entrar no mérito de artístico x artesanal ) no mínimo esta mal-informado.

Enfim, assim como a idéia do que é a arte é muito subjetiva, a opinião a respeito da identificação de jogos como arte é pessoal. E eu, pessoalmente, digo com toda a certeza: Videogames são, sim, Arte, em seu mais puro estado.

março 3, 2008 Posted by | Artes, Matérias, Nerdcore, Videogame | , | 1 Comentário

Homenagem a Beto Carrero

Morre mais um herói da infância. Beto Carrero ( não era Beto CarreIro ) morreu na madrugada do dia 31 de janeiro. Mais detalhes aqui.

Nas sábias palavras do amigo Retrogamer:

“Betô Carrerô! txurunpiun péumtxurunrunuéun!”

fevereiro 1, 2008 Posted by | Espada News!, História, Internet, Matérias, Multi-Mídias | 1 Comentário

SHORYUKEN ! HADOUKEN ! STREET FIGHTER IV já é realidade !

Oh mai faquingui god of war! Saiu o trailler mais esperado pelos amantes de jogos de luta:

Breve análise Noob:

( Atenção. Todos os links desse texto são anúncios. Não cliquem se estiverm quebrados!)

O que foi mostrado até agora me agradou muito. O gráfico está soberbo, a transição 2D-3D do cenário da Chun-Li foi perfeita, com destaque para a vida e os detalhes. Senti falta de uma interação maior dos transeuntes, não diretamente na luta, mas pelo menos na vibração e torcida.

Os lutadores estão lindos gatos fofuchos muito bem modelados, e o estilo adotado foi uma ótima escolha. Os bonecos personagens ficaram gigantes, e isso é bom! Aguardo ansioso para ver Chun Li e as garotas da série ( Elena… Ibuki… Cammy… Mika… ) e os personagens velhos e novos. Dhalsim foi anunciado!. As expressões de dor ao receber os golpes, bem como as expressões em geral estão uma beleza. Essa mistura de realista com caricato ficou muito legal. Roupas reagem as ações dos personagems, balançando nos especiais, por exemplo.

Falando em especiais, os efeitos dramáticos na execução dos mesmos estão muito bonitos. Todos esperavam aquela manchação de tinta a la OKAMI[bb] do primeiro trailler, mas essa solução também ficou ótima.

Sou um button smasher, o que já desqualifica um pouco esse meu mini review, raramente me disponho a estudar as mecânicas de um game de luta, até por que quando o faço ( Soul Calibur 3[bb], Virtua Fighter[bb] 4 e King of Fighter XI, e tentando Samurai Tenkaichi agora ) eu acabo esquecendo o que aprendi quando largo o game, então não vou tentar entrar em um campo que não domino.

Para as viúvas de sprite, que esperavam um Street Fighter 4 ao estilo Guilty Gear[bb] com Sprites de Alta Resolução, só digo que eu também esperava, porém fiquei mais que satisfeito com essa solução. Pensem em KoF Millenium Impact , Samurai Showdown Warriors Rage ou no próprio Street Fighter Ex e vocês entenderam do que eu estou falando. O único problema é que, se for pra frente, esse jogo assassinará qualquer nova incursão da série principal de Street Fighter em 2D… pena. Quem sabe um Street Fighter Alpha[bb] 4? (Cara, ia ser demais… Spritezões!)

Para concluir, a melhor qualidade e pior defeito do que foi visto até agora são a mesma coisa: O jogo está muito, muito, muitissímo fiel a Street Fighter II[bb]. O que os fãs temiam não aconteceu: que na transição para 3D abandonassem a essência da série. O que os fãs queriam aconteceu: Que, já que era pra ser em 3D, que fosse um falso 3D (2,5D, como Donkey Kong[bb]) . Então onde está a insatisfação? Exatamente nisso. Parece que não se ousou nada, não se tentou nada novo… Ficaram com medo dos fãs? Tudo está lindo, tudo está perfeito, Street Fighter 2 está intocado… mas, peraí, não é o 4? Ah, e parece que vão ignorar qualquer implementação surgida em Street Fighter 3[bb] nesse daí. Nostalgia extrema.

Lembrando que Kristin Kreuk, A Lana Lang do seriado SmallVile[bb] está quase certa para ser a Chun Li no novo filme de Street Fighter. Para quem acha que a moça não tem coxa suficiente pra isso, segue um calaboca.(Lembrando que a primeira atriz cotada, Jessica Biel[bb], apesar de gostosa, é loira e americana. Kristin pelo menos tem um que de oriental…) :

Lana Lang é Kristin Kreuk. Tremenda gostosa.

dezembro 29, 2007 Posted by | Geek, Matérias, Nerdcore, Reviews, Vídeos, Videogame | , , , , | 5 Comentários

Farrazine n° 1 – Só não tem Muié Pelada!

farra.jpg

E com felicidade abrupta e satisfação estonteante que apresento a toda sociedade o FARRAZINE. O Farrazine é um projeto do fórum F.A.R.R.A , do blog Rapadura Açucarada. Já falei dos dois por aqui, o rapadura é o blog do Eudes Honorato, famoso por falar de quadrinhos[bb], divulgar scans, filmes, outros blog, entre outras funções (não fixas). O F.A.R.R.A. é um fórum para reunir a galera que lê o Rapadura, para trocar scans, filmes, e , porque não, gerar projetos originais.

Um deles eu já mostrei aqui, é o Farratown, do qual eu orgulhosamente participo.

O novo filho é o Farrazine, o fanzine[bb] do F.A.R.R.A. Que só não fala de sexo (ainda!).

Fiquei duplamente feliz ao ser citado no editorial, uma vez que eu nem sabia que duas das minhas tirinhas tinham entrado no projeto.( ah, e eu não sou japones não!)

Aproveitem os links acima para conhecer o Rapadura Açucarada, o F.A.R.R.A, o Farratown e baixem o FarraTown nº1 aqui:

FARRAZINE nº1 ou, uso esse ESPELHO.

novembro 4, 2007 Posted by | 9ª Arte e Congêneres, Bem Humor, Blogsfera do Dragão, Filmes, Geek, Internet, Matérias, Multi-Mídias, Nerdcore | , , , , , , , , | 1 Comentário

Vídeo Games Live 2007 Brasília – DF

Segue um pequeno review sobre o mega maravilhoso hyper duper fodônico evento Vídeo Games Live Brasil. Como eu não me lembrava direito da ordem dos acontecimentos, me bassei em um outro review (link abaixo) e mesmo assim algumas coisas podem estar fora de ordem. Mas da pra ter uma idéia. As fotos aqui são minhas, do amigo LgjOni ou de algum dos links abaixo. Recomendo as ótimas fotos do CerradoMix.

 

 

O LOCAL:

local.jpg_dsc0240.jpg

O Centro de Convenções Ulysses Guimarães se mostrou a altura de um evento do porte da VGL. O fato da Feira da Lua e de outro evento estarem acontecendo ao mesmo tempo que a VGL não foi motivo pra preocupação. Um não se misturou nem atrapalhou o outro. O saguão onde estava a lojinha improvisada (comprei camiseta antes de qualquer coisa esse ano, pra não me arrepender ) e as maquinas de Guitar Hero e os simuladores de corrida da Petrobrás (ah, as petrogirls…). Banheiros acessíveis, bebedouros, o palco de acesso fácil… muito boa escolha.

 

 

COSPLAYERS

foto13.jpg

O pré-show consistiu no poeminha do “All Your Base Are Belong To Us” e o videozinho de fuga da Ms. Pac Man e no mini concurso de cosplay, com uma organização confusa e um apresentador mais confuso ainda, sendo pouco justo com quem ele tirava do palco. Fui (novamente, diga-se de passagem) apresentado as cosplayers de FFX(Rikku e Yuna), já conhecidas de eventos de anime no DF, mas além delas tínhamos no palco dois Marios, uma Peach, Ada Wong,o Jin do Tekken e a outra personagem de Tekken que eu não lembro o nome, mas que ostentava sua (bela) coxa tatuada.E, é claro, o Agente Ouedan, no caso, eu. Após um processo duvidoso de eliminação ficamos no palco eu e um dos Marios. Lutei com todas as forças de agente pra ficar em primeiro, não pelo prêmio, mas para vencer aquele engodo italiano. Infelizmente, a força da marca é maior, e o simbolo-mor da Nintendo foi levemente mais aclamado pelo público, onde, afinal, nem todos conheciam Ouendan. Mas foi ótimo o pessoal me apoiando, tirando fotos e dizendo que torceram por mim, alguns mesmo sem conhecer Ouedan, e tantos outros gritando Ouedan quando eu passava! Me senti um vencedor moral. Ainda tivemos os cosplays que não subiram ao palco: vários membros da Organização XIII, o Sora, do qual falaremos mais tarde,e até o Spectroman estava ali, perdido no evento.

cosp1.jpgcosp3.jpgcosp2.jpg

 

 

ATO 1

Som de Codec. A voz conhecida de Solid Snake chama Tommy Tallarico ao palco, pra dar inicio a edição 2007 da Vídeo Games Live. Como no ano passado, o medley de jogos clássicos inicia o show. A orquestra Villa Lobos se mostra competente.
Hideo Kojima aparece (no telão) para anunciar Metal Gear. Nesse ano foram incluídas cenas do Metal Gear Solid 4. A piadinha da caixa foi repetida, mas derepente Tallarico aparece no palco. Mas, se não é ele embaixo da caixa, como no ano passado, quem seria? Sim, era Martin Leung, em sua primeira aparição, com uma camisa comprada na torre de TV e cheio de penduricalhos, pra tocar as músicas do Chrono Cross. Pedido dos brasileiros e inédita em VGL’S.

Seguiu o ótimo medley de Sonic (incrível como Sonic Adventures e knucles empolgam a galera!). E o primeiro Final Fantasy da noite, “Liberi Fatali”, do oitavo game.

Prmeira diferença notada… sai God of War, entra Tron. Ótima entrada, mas péssima saída. God of War era obrigatório. Mas tudo bem. Civilization volta com sua Música etnica-clássica, e o solista se mostra competente demais. Segunda diferença notada: Sai Castlevania ( Pusque? Pusquuuuuuue? ) e entra Medal of Honor. Achei uma escolha infeliz. A música e os vídeos da guerra destoaram do clima festivo do evento. Wicked Child , drácula e um punhado de Belmonts cairiam melhor aqui.

_dsc0037.jpg

Na primeira promoção, um saltitante cosplay de Sora se saiu muito melhor que o marmanjo que jogou Space Invader no ano passado (e teve uma performance melhorque o concorrente da segunda promoção da noite, em breve ). Não conseguiu matar todas as naves, mas ganhou um prêmio de consolação.

_dsc0119.jpg

A primeira surpresa da noite foi o convite para uma banda nacional, a 8bits Instrumental, subir ao palco para tocarem os temas de “Metroid” e “Street Fighter”. E os caras não perderam a oportunidade e mandaram muitíssimo bem, principalmente no peso extra que colocavam nas músicas. Palmas merecidas para os caras. Pra fechar o primeiro ato com chave de ouro, o esperadíssimo e infalível medley de Zelda. Now Loading.

 

 

ATO 2

Beyond Good & Evil, que música legal. Fora o que a crítica baba pra esse jogo, tenho que jogar um dia. e Myst (que versão é essa? Gráficos soberbos!) e Martin Leung, agora vestido com um abadá, que fez com que sua alcunha mudasse de Pianista dos Videogames para Macumbeiro dos Videogames! Ele tocou em seguida 10 músicas de Final Fantasy, de versões variadas. Espetacular. Uma música inédita do inédito Starcraft 2 veio antes de Kingdom Hearts, com cenas Diney ao fundo, como em 2006. Podiam ter chamado o “Sorinha” ao palco.

_dsc0271.jpg

Neste ato tivemos promoção da Petrobrás, onde alguem do público seria escolhido pra dar uma volta no simulador, no circuito de São Paulo, em um minuto e meio. Após uma batida desastrada na reta e uma ida a caixa de grama, tivemos que presenciar quase um minuto de um F1 bebado rodando no gramado. Perdeu a chance de levar pra casa o simulador, que era uma réplica du um F1 em tamanho natural equipado com o jogo. Não foi atoa que saiu com o coral de “Rubinho” atrás dele.

World of Warcraft, que não chega nunca ao país vem impressionar com sua magnífica música acompanhada das belas animações da abertura, realmente uma das mais emplogantes.
O esperado medley de Super Mario anima a galera, sendo seguido da “serenata” que Lucas, um fã brasileiro, fez para o Martin, tocando também as músicas do Mario. E o cara mandou bem, ao contrário do que eu havia lido por aí. Claro que o Martin também tocou Mario no Show, acelerado, vendado e com direito ao sonzinho de finalização do Windows.

 

 

PIADINHAS

Aliás, um dos pontos fortes da VGL DF 2007 foi o humor. Fora as várias vezes que Tommy Tallarico dançou (a pedido de alguem, segundo ele) a “Dança do Siri” , inclusive convencendo o maestro Jack Wall a dançar com ele, e dançando no meio da “One Winged Angel” , pudemos ver o sorridente senhor simpatia Martin começar uma música de Tetris e embutir ali o Hino Nacional e a Garota de Ipanema. Só não lembro direito em que momento do show tudo aconteceu. Fora os três modelitos que ele usou, incluíndo aí o “macumbeiro” e uma camiseta da Mangueira.

 

 

GRAN FINALE

Após Halo, tendo inclusive a participação de Tommy com uma estilosa guitarra eletrica em uma música de Halo 3, Tallarico pediu que balancem os celulares , DS e PSP’S quem quisesse mais uma música. Claro que era “One Winged Angel”, a música que representa os jogos de videogame, quer você goste disso ou não. A boa surpresa foi que a versão escolhida foi a do filme Advent Chidren, pois Tallarico empunhou sua guitarra e finalizou o espetaculo com pompa. Eu que esperava ouvir a versão jogo, descobri que Tallarico toca muito bem, tem presença de palco e espírito e que as imagens da Square nem fazem tanta falta quando se sabe se conduzir um show.

Na saída infelizmente não consegui encontrar os amigos com os quais tinha marcado ou encontrado lá, pois eram quase onze da noite e a maioria teve que correr. Amigos, apesar de termos conversado pouco (ou nada), foi muito bom estar lá com vocês.

O Final da VGL foi ainda mais reconfortante pois ouvimos Tommy Tallarico bradar: “Até 2008, Brasil!”

_dsc0102.jpg

 

 

LINKS:

CerradoMix (fotos)

Review+Fotos (Slikes)

Mais Fotos (Douglas)

Vídeos (ParanoidSurvivor)

8 Bits Instrumental

VGL

VGL Brasil

fb1.jpgfb2.jpgboa1.jpg

outubro 2, 2007 Posted by | Bem Humor, Geek, Imagens, Matérias, Música, Nerdcore, Reviews, Vídeos, Videogame | 8 Comentários

Review e impressões: Caminhos do Coração

Ontem estreou a novela “Caminhos do Coração“, a primeira novela mutante do Brasil (sim, porque os poderes de Olho no Olho não eram mutantes, eram psíquicos). A Espada do Dragão como bom blog nerdcore que é assistiu e traz agora pra vocês uma sinopse opinativa, reflexiva, dessecativa e por que não dizer informativa sobre o que foi esse evento ímpar na teledramaturgia brasileira. Assisti ao referido primeiro capítulo enquanto estava em um chat no MSN, portanto margearei o texto com os comentários “çagazes” dos meus amigos e meus, que é pra não ficar muito chato.

cdc.jpg

CAMINHOS DO CORAÇÃO – EPISÓDIO 1

A novela quer mostrar a que veio, e já tenta jogar o espectador no meio da ação. O agente federal Marcelo conversa com seu companheiro Morpheus a respeito da ação para resgatar provas contra o marginal inescrupuloso e sangue ruim Figueiroa (guarde esse nome). Em um esboço de linguagem cinematográfica, a cena e cheia ângulos estranhos e cortes rápidos.Muito rápidos.
MSN -sério, não tá passando mais de 3 segundos num plano.
O Plano pra pegar as provas é impressionante: a polícia ira chegar de helicóptero na cobertura do dito cujo (mandato de busca? Rá!), descer por uma corda, invadir, arrombar o cofre e pegar os documentos… Mas, peraí, isso não vai chamar a atenção de todo mundo? Mas você não contava com a sagacidade da Polícia Federal: eles vão explodir um carro na frente do prédio de Figueiroa, chamando a atenção de todos para que Marcelo Solid Bauer desça tranqüilamente no topo do prédio.
Corte de cena. A primeira mutante é revelada. A filha de Marcelo, que tem o incrível poder de fazer um ovo voar (pelo menos por enquanto é isso que parece!).
Voltemos a Marcelo. Após a explosão do carro, tão bem feita e tão cara que teve de ser mostrada em replay + slow motion umas 25 vezes, Marcelo invade o prédio pelo topo, não sem antes atirar certeiramente, pendurado em uma corda em um helicóptero em movimento, um dardo paralisante no pescoço do capanga que se encontrava lá em cima (Figueiroa, que aqui já nota-se um vilão maior que Magneto, tem muitos capangas genéricos, como todo bom vilão). Invade o prédio e vai direto ao cofre. Lá fora, Figueiroa avista o helicóptero e nota que algo esta errado (ou seja, se não tivessem explodido o carro e ele saído pra fora, era capaz de nem notar o helicóptero e desconfiar de nada… plano bom pra mais de metro o da Polícia!).Muitos tiroteios internos, tiroteios na cobertura, luta num guindaste de obra , capangas contra helicópteros, balas que não acabam e Figueiroa (melhor que DR. Destino) consegue render Marcelo.
MSN -ele nocauteia com chute no ombro =o
Mas, em uma “noobada” digna de Mr. Lindermam ( apesar que Figueroa é maior que Linderman) ele é rendido por Marcelo, que consegue prende-lo e sai ileso da operação, com as provas que queria contra Figueiroa (trafico de drogas… maior que Scarface).
Após mais uma demonstração telecinetica (aaaaaaaaaaaah!!!) da filha de Marcelo, é hora do Dr.Walker (Lance Henriksen, protagonista da série Millenium! Acreditem!) aparecer pela primeira vez, na capa de seu livro “Mutação” (criativo oy?) que por sua vez é a cara do livro “Activating Evolution”, que o Dr. Suresh escreveu em Heroes. Lá eles citam um jovem elétrico que apareceu no Brasil ( Blanka?!? ). Ah, eles leram, mas o livro estava em branco. Esses mutantes…
MSN-peraí, vocês tão vendo aquele x-men brasileiro, é isso ?
Novo mutante é apresentado: Um menino-lobo (ou cachorro), que tem pelos, rosna, morde e pula. ( Wolverine oy?)
MSN-o pirraloh tem mais bigode que eu!
MSN -podia ser um menino tatu
MSN -fio do capeta!

Após isso, somos apresentados a mais mutantes: a menina-anjo chega em casa reclamando que os meninos ficam chamando ela de corcunda, e que está cansada que o pai corte-lhe as asinhas (!?!). Cena muda para a clinica Transgenese, a culpada por toda a mutantada do mundo. A cientista responsável, sem saber que esta sendo ouvida por uma escuta, explica di-da-ti-ca-men-te ao público o que ela fez, como e por que… Parecia até um depoimento.
MSN-seu humano transgenico ftw!
MSN- trangenico da cancer

Aqui cabe uma ressalva:
A novela tem que ter tudo assim, bem explicadinho mesmo, por que tem um monte de dona de casa vendo… E por mais que a gente ache que é clichê, pastiche e lugar comum, tem gente que nunca viu esse tipo de coisa.Demora assimilar… Se você acha que é exagero, que é subestimar a inteligência da população, eu te digo: eu trabalho com um monte de pessoas formadas e a maioria, principalmente as mulheres, não conseguem captar nuances de filmes como Star Wars ou filmes de heroi, que nem são assim tão complexos. Pra gente é exagero a hiperexplicação em linguagem quase infantil, mas pra essas pessoas eu acredito que seja necessário.
Outro exemplo do que eu falei acima: o próximo mutante a ser apresentado consegue ler os pensamentos. Então ele faz questão de ler o pensamento de todos os personagens em cena, que não cansam de repetir: “Nossa! Você parece que LEU MEU PENSAMENTO!“. Mais explicado, impossível.
O capitulo termina mostrando dois irmãos mutantes: uma menina que tem a visão com zoom óptico x15, ela enxerga super longe e a visão dela faz ate curva. Efeito especial nos olhinhos. Ela enxerga tão longe que vê o seu irmão correndo nas montanhas. Ele é o velocista da novela (saca o Flash?). Ele aposta corrida com uma moto, e , quando esta ganhando, é atropelado por uma Scania. Se não tiver um poder de cura, não vai sobreviver pro segundo capitulo.
MSN-não sabe ultrapassar, q noob
MSN-ah, ela vai ter poder wolverinal tb

Menina Anjo ou Leneth ?


Considerações Finais:

Roteiro: Fraco, didático e cheio de furos grotescos pra quem já é escolado em quadrinhos, filmes ou videogame. Pode funcionar com o público casual. Pra quem já é acostumado, só vai achar clichês, pastiches e apropriações de idéias.
Efeitos: Objetos flutuando, olhos mudando de forma e meninos correndo nesse primeiro capitulo, além das já conhecidas explosões e tiros. Pouco melhor que Chavez, mas até aí os primeiros capítulos de Heroes também eram bem fracos.
Atuação: Hmmmmm… Fraca, em geral. Colocaram muitas crianças na novela, e elas nõ atuam bem. Mas tem alguns nomes de peso no elenco (e não estou falando da Preta Gil), vamos ver se melhora.
Música: Esquece. Musiquinhas de ação super-clichê e trilha sonora típica de novela.

Caminhos do Coração tem uma qualidade inegável: Ousa num campo pouco ou nada explorado no país. Se você não suporta novelas, eu aconselho que assista pelo menos esses primeiros capítulos, pois tudo leva a crer que após eles vai virar um novelão típico, cheio de romances meia-boca e com um ou outro poderzinho por capítulo pra fingir que mantem o foco. Eu devo assistir ainda por algum tempo pois não consigo me curar desse meu gosto mórbido pelo trash extremo. Mas não posso negar que é surpreendente ver uma emissora como a Record ousar num campo desses. Vamos ver se com a chegada de Heroes a mesma emissora force a novela a melhorar, a tornar o roteiro o mais diferente possível do seriado e traga público de um para o outro. se necessário, voltaremos ao assunto.

Última consideração: POR QUE DIABOS DAR O NOME DE CAMINHOS DO CORAÇÃO A UMA NOVELA SOBRE MUTANTES COM SUPERPODERES?

powered by google: watchman x-men heroes liga da justiça vingadores impossíveis

agosto 29, 2007 Posted by | Fútilidades, Filmes, Matérias, Multi-Mídias, Nerdcore, Reviews | 18 Comentários